Translate

31/12/2013

Happy 2014

Um ano termina,
um ano começa.
Um ciclo que é inevitável...
Recordemos as coisas boas
tentamos esquecer as más...
Pedimos desejos,
sonhamos alto,
entramos no ano a sorrir, sorriso estampado no rosto,
mesmo que muitas vezes,
seja a tristeza que habita em nós.
Mais um ano,
Mais uma esperança,
Mais um...

30/12/2013

Gosto de Conversas



Gosto de trocar o sentido às palavras. Gosto de provocar. Gosto de brincar com a escrita. Gosto de colocar imagens na cabeça. De desinquietar. Gosto de ler e ser lido.
Mas gosto mesmo é de ouvir!
De ver a falar.
De tudo dizer: olhos nos olhos,
E com os olhos: sem proferir uma palavra!

28/12/2013

A minha bagagem


Sou bagagem.
   Sou feito de coisas que trago da vida. Carrego em mim todas as alegrias e desventuras que já conheci. Todas as lágrimas choradas e todos os risos sinceros. Todos os tombos que dei e as nódoas negras que os recordam. Todas as vitórias conseguidas e o suor que as fez alcançar.

Todo o meu ser é bagagem.
   Pedaços de coisas que conquistei. Fragmentos de experiências. Peças de um todo, que sozinhas não fazem sentido.

Trago bagagem. Malas cheias de sonhos. Caixas de sorrisos. Pacotes de tristezas. Sacos de saudade. Caixotes de conquistas.

Tenho bagagem. Emocional. Material. Sensorial.

Sou bagagem. E preciso de que o outro esteja disponível para me ajudar a desempacotar caixotes. Mas, antes disso, preciso de estar disponível para aceitar a bagagem dos outros.

Sou bagagem. Eu e Tu. E, a tua bagagem, é como se minha fosse. Basta entrar e pousar as malas. E recostar.


26/12/2013

Oh my god



   Sou tão distraído mas tão distraído que em vez de ir para o quinto andar e entrar em minha casa, não, fui parar ao terceiro andar, tentei abrir a porta insistentemente e começar a chamar nomes à porta, quando reparo... que estava no terceiro piso....

Conversations


Gosto de conversas.
Gosto de trocar o sentido às palavras. Gosto de te provocar. Gosto de brincar com o sentido das palavras. Gosto de provocar. Gosto de brincar com a escrita. Gosto de te colocar imagens na cabeça. De te desinquietar. Gosto de te ler e que me leias.
Mas gosto mesmo é de ouvir.
De tudo te dizer olhos nos olhos.
E com os olhos: sem proferir uma palavra!

Este sou eu, é o que me acompanha todos os dias, o que irei levar para o ano de 2014.


25/12/2013

Today...


   Hoje estou vencido, como se soubesse a verdade,
estou lúcido, como se estivesse para morrer,
hoje estou perplexo com quem pensou e achou e esqueceu. 

My christmas morning


   Um acordar bem cedo porque há quem queria voar para a árvore de Natal. Um beijo ensonado a tropeçar pela sala. Um aninhar sorridente no sofá enquanto abre os presentes, deixados em troca do leite e das bolachas. Uma casa cheia de gente que acorda cedo. Cheia de sorrisos e amor. O sofá e a manta, a preguiça e tranquilidade. Um café e uma rabanada


Há desejos que infelizmente não se podem concretizar, e este é um deles, para esta manhã de Natal. Não há árvore de Natal, não há presentes, não há um sorriso sorridente, não há amor, café ou rabanadas. Existe sim uma pessoa, quatro paredes, uma cama e uma televisão. E continuará assim...



23/12/2013

First time


 Dizem que existe uma primeira vez para tudo....

Pois bem, chegou a minha primeira vez, para um natal sozinho. Este Natal, irá marcar pela diferança. Em muitos anos e pela primeira vez, me encontro numa cidade que não a minha, com este sentimento de alma nómada, completamente sozinho, dentro de quatro paredes. Este irá ser o cenário do meu Natal. A revolta inundou-me, num misto de tristeza e com revolta.


O dia foi pautado de revoltas. Do desejo de mudar e querer ser o que ainda não se é, o de querer no presente o que irei ter no futuro. O procurar de respostas que anseiam em não surgir. Dizem que ainda não é o tempo. Mas porquê esperar? Porquê perder tempo?
 Não me conformo!



Egoísmo



   És a melhor maneira para se viver. Podia dizer-te que te quero por tudo o que és. Mas estaria a mentir. Quero-te por tudo o que sou contigo. Quero-te pelo que sou. Porque me sinto, em ti, a pessoa que quero ser. És a minha melhor maneira de viver. Quero-te por egoísmo. Sim, é isso. Quero-te por egoísmo. Espero que me queiras pelo mesmo motivo.

Porque, para mim, só assim faz sentido amar alguém...

21/12/2013

I wish...

opssss....

My list to santa.





Kiss by you


   Apetecia-me um beijo.Daqueles em que os olhos se fecham e o tempo se esquece. Em que mentes se entrelaçam e os quereres se fundem. Um beijo em que os lábios se aproximam só depois das almas se terem tocado. Que foi trocado e saboreado muito antes de acontecer. Um beijo que faça tremer o corpo e correr o sangue. Que aqueça. Que envolva. Que enlouqueça.

Um beijo desejado, molhado e provocado.
Um beijo desafiante, desinquietante e delirante.
Um beijo inesquecível, apetecível e corruptível.

Apetecia-me um beijo. Pronto, apeteciam-me vários beijos....

20/12/2013

My Soul

Ama.
Lavar os dentes ao lado de quem amas.
Apalpar-lhe descaradamente o rabo.
Comer chocolates até me fartar.
Passar a noite inteira a dizer asneiras.
Beijar sempre de língua.
Passar o dia a dizer asneiras.
Mandar os professores passear.
Passar a vida a dizer asneiras.
Deixar declarações de amor escondidas pela casa.
Fazer a minha mãe e feliz.
Atirar o despertador contra a parede, de vez em quando.
Fazer quem eu puder feliz.
Dormir quinze ou vinte horas seguidas.
Pôr a mão fora do vidro do carro.
Cantar no banho para todo o prédio ouvir.
Lamber a tampo dos iogurtes.
Correr que nem um louco na praia.
Falhar que nem um burro só porque tento.
Praticar sexo oral com frequência.
Tentar que nem um burro só porque tento.
Mudar a decoração de casa num dia só.
Dançar quando estou feliz.
Passar horas a cuidar de mim.
Dançar quando estou triste.
Dizer bem de quem amo.
Enfiar o nariz às escondidas.
Dizer bem de quem não amo.
Dançar enquanto estou vivo.
Guardar segredos inconfessáveis.
Experimentar posições sexuais improváveis.
Guardar segredos inconfessáveis.
Masturbar-me sem qualquer culpa.
Ter segredos inconfessáveis.
Ver quanto dá o meu carro.
Dizer o que não se pode dizer.
Cagar assiduamente nas convenções sociais.
Sonhar com o que não pode acontecer.
O orgasmo sempre que puder.
Coçar e ser coçado nas costas.
O gemido sempre que souber.
Passar muitas horas a contar anedotas.
Adormecer todo torto no sofá.
Passar muitas horas a ouvir anedotas.
Rir que nem um desalmado.
Fazer um penteado todo estranho só porque apetece mudar.
Rir por tudo e por nada.
Chorar baba e ranho.
Rebolar na areia quando estou todo molhado.
Chorar porque também é um direito.
Abraçar o cão ou o gato.
Mandar a troika levar no...
Beijar incansavelmente.
Não me levares totalmente a sério.
Dispensar o que te chateia.
Tocar um instrumento qualquer.
Perdoar quem é humano.
Desistir do que não te serve.
Lutar pelo direito à parvoíce.
Escrever um livro.
Dar prioridade ao prazer.
Nunca desistir de quem amo.
Aprender loucamente.
Fazer concha com quem amas.
Perder a respiração pelo menos uma vez por dia.
Nascer pelo menos mais que uma vez do que as em que morrerei.
Viver intensamente.
Intensamente.




Let's go?

 
   Hoje decidi que não estou aqui. Ausentei-me e fui passear. Acordei com vontade de nós, ali naquele lugar mágico. Trouxe-te comigo e ao meu beijo para te esquecer. Não te esqueças do tal abraço que eu gosto tanto de vestir.

   Hoje não andaremos por perto. Vamos os dois sonhar longe. Onde sobram os beijos e os abraços abundam. Vamos ali ao nosso mundo. Aquele onde nos permitimos sonhar e nada mais importa.

   Hoje não estamos aqui. Vamos só ali. Num sítio quente, onde apetece passear. Onde há mar, sol, ,gelados gigantes e bebidas coloridas.
Sorrisos e parvoíces...


  Hoje, não estamos cá. Voltamos um dia destes. Ou não.

Vamos?


18/12/2013

Um cão vadio

  
   Não achas mãe? Por exemplo. Há um cão vadio, sujo e com fome, cuida-se deste cão e ele deixa de ser vadio, e deixa de ter fome. Até as crianças já lhe fazem festas.

Entretanto...

   Cuidaram do cão porque o cão não sabe cuidar de si, ou seja, quem não saber cuidar de si é ser cão.

Diz o filho_

   Ora eu nem queria que cuidassem de mim, mas gostava que me ajudassem, para eu não estar assim, para que eu fosse de mim próprio, para os que viessem dissessem: ''que bem que aquele soube cuidar dele próprio!''

   Eu queria que os outros dissessem de mim : Olha um homem! Como se diz, olha um cão! quando passa um cão; como se diz, ''olha uma árvore'' quando há uma árvore. Assim, sem adjectivos, só de uma peça: Um homem!


16/12/2013

Myself



Não haveria melhor descrição sobre mim.

Farto

Farto de segurar o mundo dos outros e deixar cair o meu.

Farto de mim. De me dar de mim. Farto de dar sem esperar nada em troca. Farto de acharem que eu aguento tudo. Farto de medir as palavras. Farto de ter cuidados com os outros. Farto de tomar conta dos outros. Farto que os outros se esqueçam que, eu também, preciso que tomem conta de mim.


14/12/2013

Wild




O que é o encanto?

É ouvir um sim como resposta sem ter perguntado nada.

13/12/2013

Alone

Ora aqui está algo em que sou exímio

''beneficie com a sua ausência para aqueles que não apreciam a sua presença''





12/12/2013

Forever



   Porque o mais importante é nunca deixar de sonhar...


Quem fala de amor não ama

Quem fala de amor não ama verdadeiramente: talvez deseje, talvez possua, talvez esteja a realizar uma grande obra literária mas realmente não ama. Só a conquista do vulgar apregoado dos quatro ventos...Quando se ama, em silêncio se ama.

11/12/2013

Ódio para as gripes

Gripe...

É mesmo a melhor das desculpas para se ficar na cama...contudo podias vir daqui a duas semanas.

É melhor altura era impossível.... 

10/12/2013

A vida num teatro

Soam a pancadas de Molière. O pano abre-se.
A vida passa-nos à frente dos olhos, como que uma peça de teatro inventada por quem não nos conhece. Conseguimos acompanhar a nossa história como que se de um guião se tratasse. Uma amálgama de sentimentos. Recordações. Cheiros e cores. Lágrima e risos. Uma comédia romântica, com apontamentos de filme de terror. Um drama, com muitos risos e um toque de aventura.
Até que o público se erga no aplauso final.

A standing ovation. Porque ninguém merece menos do que isso!

  

08/12/2013

Quem disse?

Também pode ser no sofá- a troca mais usual.
Na banheira- embora menos confortável.
No chão- sendo que está um pouco frio.
No banco detrás do carro- ou no da frente.
Em pé´- encostado a uma parede.
Qualquer sítio serve quando a vontade surge.

                                                                                  

    Para adormecer basta ter sono.



07/12/2013

Momentos

   Nada como uma noite de dança, mesmo por um par de horas, para sentir-me, como à dois anos atrás. Dançar até não aguentar mais, rir e sorrir até o maxilar doer, divertir como à muito já não me divertia. 

   Por momentos, tive a sensação que estava naquela cidade, naquela discoteca, com aqueles amigos, como daqueles tempos.... 

04/12/2013

Simples coisas


Há coisas simples que nos fazem sorrir. Uma mensagem de ''Bom Dia'' que se vê ao acordar. Um ''gosto de ti'' chegado inesperadamente. Um ''beijo'' atirado no meio de um dia cheio. 

Coisas simples... Ai como eu adoro coisas simples....

02/12/2013

On floor...

O chão é a cama para o amor urgente,
amor que não espera ir para a cama.
Sobre o tapete ou duro piso, a gente
compõe de corpo a corpo a húmida trama.

 E para repousar, vamos para cama...

30/11/2013

Inocent boy


   É com este olhar de menino com que olho o mundo se sobrevivo. Com esperança de que o mundo, se pode transformar em algo muito melhor.
  É com este olhar, de menino inocente de olhos cor de avelã bastante arregalados, com sede de curiosidade e de excêntrica vontade de viver cada vez mais, em que acredita num oceano de sonhos. Sonhos esses, todos eles realizáveis, com um desejo profundo de deixar a minha marca, um novo olhar sobre  a beleza do comum despercebido, a beleza dos pormenores perdidos, a harmonia da dança das cores.
   Por estas razões, ele irá sempre manter o doce olhar de menino inocente com uma insanável vontade de conhecer.    

29/11/2013

Problems...


A vida é um conjunto de problemas que tentamos resolver. O primeiro,segundo, depois o próximo e o próximo...um atrás do outro..

                                                                     Até que finalmente, morremos...

27/11/2013

Handsome

       
  Eu era vaidoso, agora curei-me...estou perfeito!                

26/11/2013

What is succeed?

  
   Rir muito e com frequência assídua; ganhar o respeito de pessoas inteligentes e o afecto dos velhos, sim velho, alguém velho é aquele que encerra o conhecimento, a sabedoria; merecer a consideração de críticos honestos e suportar a traição de falsos amigos;  apreciar a beleza e encontrar o melhor nos outros; deixar o mundo um pouco melhor, seja por um canteiro de jardim ou uma remida condição social; saber que ao menos uma vida respirou mais fácil porque tu viveste.

Para mim, isto sim, é ter sucesso!

25/11/2013

I Want... (Part II)


   Quero dormir num abraço. Quero acordar com um beijo. Quero os passeios ao fim- de-semana. Quero as mãos dadas, passeios pela praia o simplesmente o olhar para o rebentar das ondas. Quero ver o pôr do sol ao fundo, quero a lua como companhia e contar as estrelas contigo. Quero os grandes jantares com os amigos. Quero discutir sobre o que fazer para o jantar. Quero sofá contigo. Quero cama contigo. Quero reclamar contigo porque não despejaste o lixo. Quero um ''amo-te'' no meio do dia, só porque te apeteceu. Quero provocar-te no meio de algo mesmo importante, só porque me apeteceu e ver aquele olhar número 3. Quero contar-te o meu dia e ouvir  sobre como foi o teu e ver o olhar directamente para o meu coração. Quero o teu colo sempre disponível e o meu ombro apetecível. Quero o teu abraço calado e a tua conversa interminável. Quero o teu sorriso de menino tímido e o teu sarcasmo de homem decidido.

Quero-te a ti. Sempre e em tudo isso.

E tu?  O que queres?

24/11/2013

forever

Enquanto algumas pessoas fazem de tudo para se tornarem marcantes, outras agem naturalmente e tornam-se inesquecíveis.

A vida tem pessoas assim. 

22/11/2013

Fidelidade


   Por momentos apercebi-me de que tudo é possível. Tudo é aceitável, protegendo-se num motivo que se levanta mais alto- a própria pessoa.  À quem diga que o ser humano nunca poderá ser fiel, pois é um ser bígamo, não se contentando num só relacionamento e ter a necessidade em mudar. Certo, errado? Não há pretextos nenhuns para trair quem quer que seja, mesmo que existam motivos. Uma completa covardia e um escolher de caminho mais fácil.

Sou fiel não por obrigação mas sim por consequência. O amor é uma espécie de compromisso com a felicidade com o outro.

Ser é amar, e amar é dar-se.

21/11/2013

20/11/2013

O meu problema de desejar

  Querer alguém, ou alguma coisa, é muito fácil. Mesmo assim, olhar e sentir-me querer, sem pensar no que estou a fazer. É algo mais bonito, do que se diz. Antes de ver a pessoa, ou a coisa, não sabia que estava tão insatisfeito. Porque não estava. Mas, de repente, vejo e assalta-me a falta enorme que me faz. Para não falar na falta que me fez e para sempre há-de fazer. Como foi possível viver sem? Afinal das contas, querer é descobrir as faltas secretas ou inventa-las na magia do momento.
 
Querer é mais forte que desejar, pelo menos na minha língua . Querer é querer ter, é ter de ter. Querer tem mesmo de ser. Quem deseja, gostaria. Seria bom poder ter o que se deseja, mas o que se deseja não dá vontade de reter, se calhar são muitas as coisas que se desejam e não se podem ter todas ao mesmo tempo. Querer é ter e guardar, é uma vontade louca de propriedade, enquanto desejar é querer conhecer e gozar, é uma vontade de posse. O querer diminui-nos, o desejar não. Sei que sou completo quando desejo...

O desejo é democrático e o querer é fascista.  

17/11/2013

Future...


Não é superar as dificuldades que é doloroso. Mas sim, reviver o passado.


Take a chance... success  os for the bold!

14/11/2013

A ti, dúvida cruel!


  

 Grandes decisões irão ser tomadas esta noite, o futuro passará por esta noite. A hipótese de voltar para aquela cidade monótona, sem cor, sem a vida borbulhante com esta capital nunca esteve tão real como agora. O que futuro reserva? Não sei... pode ser dark? Pode ser revigorante? Quem saberá? A única coisa que sei é de que aproximam-se ásperos dias tumultuosos... 

http://www.youtube.com/watch?v=VoaUYcwEpSw&list=RDPTy81zxGuxQ

Inseguranças incendiadas

Eu não julgo ninguém. Só a mim. Sou inseguro embora tente superar isso, depois de passar dificuldades e para além de sentir-me diferente de todos os outros...

                                                           a insegurança é tão disfarçada pelo sorriso.




13/11/2013

Acreditar na diferença

Ouvi eu...

''Eu não me entusiasmo muito com o tipo deles...''

E por momentos cá dentro ecoou...

Independente dos tipos, eu não acredito neles, mas sim em pessoas.


11/11/2013

No quente do meu cobertor

Porque isto de ter uma mente revolta é uma dor de cabeça. Habituam-se a que aquele ser revolto, crítico com tudo o que está mal e principalmente desafiador, que seja o pró activo  contudo à dias em que ele só quer ''deixem-me ficar no meu canto e danem-se sozinhos''.
Hoje era um dia em que, estar enroscado no cobertor, ao som de uma bela música e com um chocolate quente nas mãos seria um belíssimo serão...




09/11/2013

É preciso...

Pode parecer difícil, pode parecer impossível... Existe uma saída, há sempre uma saída...pode demorar ou então pode vir muito rápido, mas quando a encontramos, só temos de a enfrentar!

Afinal das contas só precisamos de 20 segundos de uma coragem insana.

08/11/2013

A arte de ser persistente

Pensamento do dia:

 Insiste, insiste. Hão-de saber o meu nome e quem sou eu. 

Persistência é algo que não me falta, mas há momentos que cansa...

O reagir à tristeza


   A maneira de reagir à tristeza é ter um coração bom e uma cabeça viva. A tristeza não é um lapso ou doença, ou intervalo, como se diz nos países do Norte. É uma verdade, condição, coisas do dia a dia, parecidas com o apertar dos atacadores dos sapatos. É banalizando-las que as acompanhamos.Um sofrimento não anula o outro. Mas acompanha-o. Para isso é preciso inteligência e bondade. Aquilo que resta são as pequenas alegrias. No contexto de  tamanha tristeza e tanta verdade tornam-se grandes, por serem únicas que há. Não falo nas alegrias que passam, como passam quase todas as paixões.
   Falo das alegrias que se tornam rotinas, com que se conta: sentir o cheiro a terra molhada aquando das primeiras chuva, o dormir junto ao mar, dizer baboseiras como só eu sei dizer, rir feito parvo quando só eu entendo a piada ou então rir que nem um perdido da situação mais caricata. Coisas assim. São essas coisas- entre as quais o amor- que não se podem deitar fora sem, pelo menos morrer primeiro.






Há dias que custam....


06/11/2013

Súbita Angústia

Eu recebo-te nas mãos,
como um divino vinho de Dionísio,
sonhando contigo e,
olhando para o vazio mar...
Brinco nas ondas profundas revoltas do mar de Gibraltar.

Depois desfalecem fotografias...e agora o trocar é vago...

Que me importa as liberdades e as revoluções defuntas?!
Eu sou aquele que anseia viver e voltar a descobrir a vida.
Enquanto isto, o mar, continua a gritar por mim?
Esse continua a pedir-me o sonhos rasgados e consolações dilaceradas...

Dêem-me de beber que não tenho sede!  



(a inspiração vem quando menos se espera, incluindo nas aulas de Teoria e Prática da Criatividade)

03/11/2013

31/10/2013

As minhas recordações

Ter saudade é a vaga uniforme de um corpo. Ter saudade é pássaro se aparece se apaga erguido de confusão na angústia, ao lado da natureza luxuriante dentre de mim. Ter saudade é fingir qualquer coisa inquieta, levantada, desenterrada do crivo da memória. Por vezes quando o tempo por ele passa não passa o tempo da saudade, estátua rígida d'um destino anoitecido, passa um nada meio acontecido. Saudade, é a filha da alma do mundo que de tanto ser outro sou eu já. Saudade, porque viajas cansada em horas dentro de mim? Saudade que vieste que vieste até à última força desta linha, da eterna caminhada. Sempre que vieres sem avisar leva-me contigo para que a paz volte à memória do meu corpo como um rio que passa no tempo final da minha natureza.    
E já se passaram dois anos....
 

28/10/2013

My hero


Os meus heróis na vida real são os que desafiam a lei em nome de um ideal...

27/10/2013

Chicoteado pela vida

   Então tu pensas que há muitos casais com nós por esse mundo? Os nossos mimos, a nossa intimidade, as nossas carícias são só nossas; no nosso amor não há cansaços, não há tédio, meu pequenino adorado! Como o meu desequilibrado e inconstante coração d' artista  se prendeu a ti! Como uma pequena hera que criou raízes e que se agarra cada vez mais. Vim para os teus braços chicoteado pela vida e quando às vezes deito a cabeça no teu peito, passa os meus olhos, como uma visão de horror, a minha solidão tamanha no meio de tanta gente! A minha imensa solidão que dantes me pôs frio na alma. Eu era um pequenino inverno que tremia sempre; era como uma roseira que temos sempre na varanda que está quase sempre cheia de botões mas que nunca dá rosas! Na vida, somos os dois, eu e tu. De mim não sei o que mais dizer; como bem mas durmo mal; falta-me todas as manhãs o primeiro olhar  duns lindos olhos claros que são todo o meu bem. 

26/10/2013

Dança é isto

Os ombros cedem o peso de uma vida inteira de trabalho, os pés tropeçam nas botas novas que ninguém na terra sabe usar, o tronco, entontecido, cede a esticões do vento e da trovoada.  

Em busca do que é belo

 Bem que jornada tem sido esta, que me tem levado aos mais variados sentimentos, com estados de alma mais revoltos que os ventos de um tornado. Tenho tido vários dissabores, contudo prefiro prender-me às alegrias contagiantes e dar um belo sorriso.                                     






25/10/2013

Anseios de uma paixão a ser uma história linda

''Eu tô cansado de sofrer,
Quero dançar sentir calor
E poder só olhar o universo em torno de você
Brilhando em vida, sorrindo à toa 
Só vibrando amor e paz,
Vejo a lua,  lembro do sonho
Torço para realizar
Sinto a noite, Penso em você 
Lembro como é bom amar''


Quando a música diz o que nos vai na alma..

24/10/2013

interessante...

ok, só hoje tive a certeza de que com um discurso eloquente e uma expressão facial exímia consigo cativar qualquer um.















Só quando quero, claro!

23/10/2013

You are a sexy voice

No meio da maluqueira...

''Estás a ficar com a voz tão sexy!!'' disse ela.

E com elogios destes que valem a pena, uma pessoa sair da cama.

22/10/2013

Ser diferente

A única salvação do que ser diferente é ser diferente até ao fim, com todo o vapor, todo o vigor e toda a rija impassibilidade; tomar as atitudes que ninguém toma e usar os meios que mais ninguém usa; não ceder a pressões; nem a afagos, nem às ternuras, nem aos rancores; ser ele; não quebras as leis eternas, as não escritas, antes a lei passageira ou os caprichos do momento; no fim de todas as batalhas- batalhas para os outros, não para ele, que as percebe- há-de provocar o respeito e dominar as lembranças; teve a coragem de não ser cão por entre as ovelhas; nunca baliu; e elas um dia hão-de reconhecer que foi ele o elo mais forte e as soube em qualquer tempo defender dos ataques de lobos.

21/10/2013

20/10/2013

A não perfeição

Posso não ser perfeito...

Sou de certeza o melhor que posso ser no momento...

17/10/2013

A cor da vida

   As pessoas só observam as cores do dia no começo e no fim, mas, por mim, está muito claro que o dia se funde através de uma multidão de matizes e entonações, a cada que passa. Uma só hora pode consistir em milhares de cores diferentes.

Amarelos céreos, azuis borrifados de nuvens. Escuridões enevoadas.
 No meu dia a dia, faço questão em observa-los.  

15/10/2013

Que medo é este?

Que medo é este?
   Sentimento perturbador que se entranhou em mim e vai corrompendo este coração acelerado. Esta vontade libertadora que me possui e lentamente me vou apercebendo de que não é assim tão fácil. É esta vontade libertadora que vai ficando cada vez mais presa nesta teia de mentiras que o vai consumindo.
   Surge a vontade de libertação, a espera daquele momento.... de ir se desapegando deste mundo virado ao contrário...

14/10/2013

Esqueçimento

Por vezes preocupamo-nos demais e outras vezes damos tantas importância a tantas ninharias, que, pelo meio e ao longo dos anos, nos esquecemos de simplesmente viver. 

12/10/2013

creativity

É ridículo colocar arreios em ti mesmo neste mundo

bad day!

Quando existe há, quando não existe não há!








Assim foi o dia (um dos mais difíceis, desde à muito tempo) 

09/10/2013

nem ele sabe...

Have you ever liked someone so much you just want to lock yourself in your room, turn on sad music and cry?

08/10/2013

Mais nada!

Não é vergonha ser pobre, vergonha é ser pobre e odiar quem tem bens.
Não é vergonha ser rico, vergonha é ser rico e ser escravo dos bens.


05/10/2013

a chorar

Há dias assim. Hoje apetece-se chorar e chorar muito...

Estar enroscado ao cobertor e chorar, libertar pressões, inseguranças...muitas inseguranças, descomprimir de tantas coisas que têm vindo acontecer. Sou um ser inseguro, pelas mais variadas razões, embora tenha vindo a aprender a não demonstrar mas em casa... em casa me liberto dos olhares (in)discretos e as inseguranças vêm até mim.

30/09/2013

heyyyy, Parabéns!

Parabéns a mim, parabéns a mim, parabéns querido eu, parabéns a mim!

25/09/2013

oh yeahhh

Querida senhora que andava no Continente com 3 filhos aos berros sem que voce fizesse o minimo esforço para os controlar...Se está a pensar como apareceu essa caixa de preservativos no seu carrinho... Não tem de quê.

24/09/2013

Sensualidade...

A sensualidade não tem nada a ver com a vulgaridade. Há mais sensualidade numa dança onde os corpos se encostam e as almas conversam instigando desejos, do que na nudez em si.

22/09/2013

A vida

Aqui reformam-se sonhos, remendam-se corações, alinhava-se otimismo, costuram-se desilusões. Borda-se carinho, pregam-se esperanças, confecciona-se amor, remodelam-se almas...

18/09/2013

what??

Senhora- ''Então de que curso está a tirar?''
Eu- ''Artes Visuais e Tecnologias''
Senhora-'' Pois, tem mesmo cara disso''
Eu- Poker face

WTF?

10/09/2013

my all

''If it's wrong to love you, then my heart just won't let me be right''

09/09/2013

nomes estranhos

António Penetra Moço, América Estrangeira, Vera Fezes

Que raio de pessoa da estes nomes a alguém? A realidade é que os têm...coitadinhos...

07/09/2013

retorno

Depois de umas férias merecidas e finalmente com internet, voltei e em grande!

24/08/2013

se eu não o amasse

   Se eu não o amasse realmente não namorava com ele, se eu não o amasse não falava com ele de dia a noite, não morria de saudades dele quando não estou com ele, e muito mais quando estou com ele, não falava dele de dia a noite e noite ao dia. Não sentia as borboletas no estômago, não ficava com aquele brilho no olhar como quem acabou de encontrar a felicidade da sua vida.

   Eu amo-o

22/08/2013

life...

and talk about how it was the best times of our  lives
we' re all here for the same person
being a part of something special makes you special
life is about learning how to accepte yourself for who are
 no matter what the peopl thing
being a part of something special
it made me special
the whole point of the club is about
expressing what's really inside you
it was the best time of you lives

21/08/2013

a festa de anos hot

   Ryan observa, do seu canto junto às escadas, a todos os convidados na festa do irmão, desejando poder captar a atenção  de algum deles daqueles deuses gregos da equipa de atletismo.
   Casado de sentir-se deslocado, ele volta para o seu quarto, e é capturado para entre uns fortes braços de um desconhecido, antes que o apagão deixasse a todos na escuridão. Quem poderia imaginar o quanto um apagão seria propício para que o Ryan conseguisse o que tanto desejava...?

Continua...


20/08/2013

receita para hoje

uma pitada de coragem
duas gostas de incentivo
cinco colheres de paciência
três chávenas de bondade 
amizade a gosto
sirva com grandes quantidades de bom humor.

19/08/2013

o passado

Se o passado te chamar não lhe respondas,

Afinal ele não tem nada de novo para te dar.

14/08/2013

sexy men!

Eu quero um homem
que toque a minha alma,
que entre pelos meus olhos
e que invada meus sonhos.
Quero que me possua inteiro,
corpo e alma,
fazendo dos meus desejos
breves segundos de êxtase
o prazer do encontro total.
Quero sentir os seus braços longos
envolvendo meus braços,
seus lábios mudos
calando o meu silêncio
sem precisar nada dizer..
apenas me olhando
com olhos azuis e húmidos
e me tomando devagar,
como o mar avança na praia,
como eu sei que tem que ser
e sei que um dia será.  

10/08/2013

a minha casa...

Casa arrumada é assim:
Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo: Aqui tem vida...
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,
passaporte e vela de aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...
Netos, pros vizinhos...
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia. Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.

Arrume a sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.

09/08/2013

preciso pensar antes de criar

An object should be judge by whether is was a from consistent with its use.

...

A product must not claim features- more innovative, more efficient, of higher value- it does not have. It must not influence or manipule buyers and users.

05/08/2013

everything burns

walking through life unnoticed, knowing that no one care, to consume and then masquerade, no one sees her there and still she sings.

01/08/2013

ah pois

E estou eu aqui de corpo presente, a sentir sentimentos, do forno intimo.

31/07/2013

Existem dias assim...

   Dizem os físicos quânticos, que o modo como vemos o tempo é  uma ilusão. Ele não ocorre de uma maneira linear, passado e presente, na verdade não tem diferença.
 
 Todos temos boas e más memórias dos nossos entes queridos, porem também temos de aqueles que estão ao nosso redor, que são entes e de queridos não tem nada. Um dia olhamos para trás, e damos conta que boas memórias não temos, são tudo más recordações, nada sobra alem disso. Foi crescendo de indiferença, de amargura, incompreensão, de uma frieza congelante, ate os corações mais frios são incapazes de explicar os porquês.

Infeliz foi aquela criança que teve de crescer sem nada, com um pai fisicamente presente porem tudo o resto e que engloba a palavra pai foi completamente ausente.

E tudo o que queria era ser tratado como filho daquele pai,
não como um estranho...

30/07/2013

a continuação pela Suíça

   Depois de um mês na Suíça, por cá continuo por mais outro mês. Desta vez, sai de Sion e vim para a parte mais norte da Suíça, Sugiez.
   Ainda não conheço nada de cá, talvez alguém se disponha a servir de guia turístico ahahahah

04/07/2013

Big Brother Assembleia

Big brother vip

Se quiser que o próximo a sair da casa seja Nuno Crato marque 760 100 101. Se quiser que seja Mota Soares marque 760 100 102. Se preferir expulsar 760 100 103.
O custo da chamada é de 60€ cêntimos mais IVA.
Para saber qual dos nomeados vai abandonar a casa assista à gala no canal do Parlamento. Não perca o comentário semanal de Pedro Passos Coelho às nomeações.

01/07/2013

Suíça...

Pois é, terceiro dia na Suíça.

Primeira vez cá. Paisagens muito bonitas, neve nos picos, ansiedade bem lá no cimo.Confrontação de realidades, de ideias pré definidas, sem o maior fundamento.  

28/06/2013

ortografia do olhar

Gosto da ortografia do olhar...
Gosto de ler pensamentos...de despir com o olhar mas vestir com a mente, de abraçar num pestanejar e eternizá-lo na retina, de olhos que sorriem. De olhares que nos roubam, mas que nos devolvem. De um olhar consentido, mas sem sentido...! Um olhar fere, mas apazigua, mata...mas ressuscita...

27/06/2013

roupa

Quatro da manhã e eu a estender roupa.Serei maluco?? Afinal das contas não tenho culpa que a máquina acabe de lavar a esta a hora...

25/06/2013

egoísmo

O egoísmo individual é o maior obstáculo ao grande amor. O egoísmo a dois é a melhor formula de sucesso. 

24/06/2013

uma brisa

É tão bom adormecer e sentir leve brisa quente a rebater na cara...

20/06/2013

Rumba

A rumba é a expressão na vertical do desejo horizontal. Tem de segura-la como se tocar na pele fosse a tua razão para viver. Afaste-a como se estivessem a  arrancar-lhe o coração do peito. Puxe-a como se fossem fazer amor mesmo ali, no local, no chão. E depois acabe, como se ela tivesse destruído a tua vida.

19/06/2013

mundo

Que mundo é este virado avesso? Que lugar é este sem tréguas, sem lei, dominado pela fama, escondido na solidão da alma. Entre nós, com a verdade me enganas, com a mentira me seduzes, com o prazer me alimentas o ego, o mundo dos justos já não mora aqui, está virado ao contrario, à espera de redenção.

18/06/2013

outra vez o pneu...

   Depois do pneu rebentado e do seu arranjo, ontem na tentativa de fazer a viagem até casa pois que o mesmo pneu deu-me problemas em plena auto-estrada. Depois de uma grande aventura entre reboque, oficinas lá me pus a caminho.

Se se há dias que devemos ficar na cama e não sair de casa, ora que ontem, foi um dias desses!

16/06/2013

o pneu furado

Nada melhor que chegar a casa ás duas da manhã e reparar que o pneu está furado. Melhor é ter feito feito meia hora de estrada com o pneu furado e não dar por isso.

13/06/2013

dia de festa

   Pois é, dia de Santo António, Lisboa ainda de ressaca, de uma das maiores festas da cidade. Junho, o mês dos Santos Populares (S. António, S. João e S. Pedro). Por sinal, em Lisboa a comemoração do santo casamenteiro foi ontem, e hoje ser o dia do santo. A manhã começou com os tradicionais casamentos, com 16 noivas (casamentos por civil e por igreja), sendo que os 8 casais casaram-se numa das mais belas igrejas lisboetas, a Sé de Lisboa. Depois à noite, a cidade é brindada com um dos melhores espectáculos que Lisboa oferece - As Marchas de Santo António, na Avenida da Liberdade. Inclusive a revista Time Out elegeu como um dos espectáculos a não perder pela sua magia e vivacidade. E claro, a festa prolonga-se pelos bairros mais típicos de Lisboa, tais como, Alfama, Mouraria, Madragoa, Bica, Graça, entre outros tantos... as gentes misturam-se, onde o pobre convive com o rico, uma noite onde uma cidade por uma noite esquece a crise e a felicidade está muito visível na cara deste nobre povo.
   Este mês, é uma cidade com cheiros, o cheiro a manjerico, flor tão típica desta época, o cheiro da sardinha, o cheiro da sardinha assada com o pão, o cheiro dos festejos por um santo que se diz casamenteiro ou seja, santo que abençoa os noivos e seus casamentos, Contudo o padroeiro da cidade de Lisboa é São Vicente, porém as festas são celebradas por todo o país incluindo as ilhas (Açores e Madeira).
A noite acaba no nascer do sol, aquando da noticia do vencedor das marchas, as gentes festejam e apoiam o seu bairro, é esse o espírito dos bairros mais típicos de Lisboa, as relações de amizade e protecção entre vizinhos com um elevado sentido de entreajuda, mesmo aquando do desconhecimento da pessoa. É o calor de Portugal e desta gente que tão bem sabe receber com um abraço e sorriso rasgado
.

12/06/2013

Amigos

Quando a saudade bate....

a amizade duplica as alegrias e divide as tristezas ...

11/06/2013

normalidade

Hoje cheguei  uma conclusão. A normalidade é uma ilusão. O que é normal para aranha é um caos para uma borboleta.

10/06/2013

encontro

Hoje foi assim:

amigo X- ''o que é que tens ai no queixo?''
eu- ''nada!''
amigo X- ''parece que levaste um ponto,''
eu- ''Um não. Levei com sete...''
amigo X- ''Mas o que é que se passou?''
eu- ''não se passou nada''
amigo X- ''desmaias-te por não comeres?''
eu- ''claro que não!''

mal sabia ele, ao tempo que não faço uma refeição normal....

pedras...

Pedras no meu caminho?? Eu guardo-as todas, um dia vou construir uma grande castelo!

09/06/2013

contrastes de mentes

Prefiro o doce silêncio da minha mente barulhenta ao barulho de bocas cheias mas de mentes vazias.

Descanso

Depois de um ano lectivo de intenso esforço a todo os níveis, quer a nível psicológico, físico, emocional, onde o desejo de que chegasse ao fim chegou finalmente.  Momento de descanso, descanso esse mais que merecido. 

06/06/2013

nostalgia

E às vezes bate uma saudade de alguns momentos que me fizeram tão feliz! 

02/06/2013

a visita hot

Meu Deus mas que visita! (e eu que sou agnóstico).

Uma visita rápida. Sentimentos à flor da pele saltam, as mãos desenfreadas começam a percorrer o corpo do outro, a temperatura corporal sobe a pique,em que a intensidade dos beijos e carícias aumentam, acompanhando o aumento da batimento cardíaco.

A mãozinha inquieta começa a apalpar o calor da pele, a vontade de rasgar a roupa em mil pedaços é enorme...

29/05/2013

pressure

Under pressure that burns a building down, kick my brains around the floor, these are the days it never rains but it pours. Under Pressure.

cansaço

opahh quatro e meia da manhã, tão tarde...ou melhor tão cedo, e eu ainda acordado! Esta semana está-me a matar, cansaço a quilómetros de distância cheira-se. Contudo nem tudo é mau, ganhar bilhetes de cinema durante um ano, é a demonstração que nem tudo é mau ahahhah

28/05/2013

a música

a música desperta sentimentos e sensações, pode despertar muitas sensações e muitas delas  muitos fortes.... 

27/05/2013

Tenho vontade

   Deu-me uma vontade de te ter aqui. Vontade de uma abraço bem apertado, um beijo demorado e de ouvir a tua voz. Vontade de te fazer sorrir e rir contigo... Vontade de me deitar contigo, sentir o toque da tua pele na minha e o calor como por magia apoderar-se de mim. Vontade de falar sobre o futuro, deixar o tempo passar e dar aquele ''ahhh como o tempo passa!''. Tenho vontade de seja só tu e eu.












normal?

Normalidade é para os fracos. Como costumo dizer, ser normal nunca foi o meu forte...

24/05/2013

o elevar do meu espírito

Adoro esta música, por várias razões!
Sempre que a oiço, ela eleva o meu espírito. Tem um composição brilhante, no sentido melódico, é sempre um crescer, uma  imensa profusão de sentimentos, sentimentos esses que vão condensando-se e refinando-se até ao seu ponto mais nobre. Ouvi-la, é como subir, degrau em degrau, a escada de um estado misterioso em que, se vai subindo cada vez mais, e se quer subir mais rápido para ver o que está no seu cume. Sobe até ao esplendor da exaltação do sentimentos.
Os sons metálicos aliados com profundos coros dá uma projecção à música eterna.














23/05/2013

dia do abraço....

Pelos vistos hoje é dia do abraço.... porém pensei e tive um desejo.
O desejo era poder abraçar algumas pessoas com bastante força, com as duas mãos em volta do seu pescoço!

o teu olhar...

como costumo dizer... melhor do que ver um sorriso na boca, é ver um sorriso no olhar!

música

Sem música, a minha vida de certeza que seria um erro!

21/05/2013

isto anda numa revolta interior....

Conclusão, anda uma pessoa três anos a estudar para o desemprego. Portugal investe na formação de inúmeros jovens e posteriormente países como a Alemanha, Reino Unido, etc... vêm buscar a mão de obra qualificada de Portugal. Depois admiram-se certos ministros e falar pró ar, que falta mão de obra qualificada em Portugal. Porque será...?
P.s. Conclusão, estudo três anos e vou para o desemprego! Artes em Portugal, é considerado fútil, gastador, sem inteligência, inútil. Quando, se pensarmos bem é completamente o contrário. É uma das áreas que contribuem para o PIB, as ARTES, que representam 2% do Pib nacional. É um dos sectores que mexe com imenso dinheiro e por sua vez trabalhadores e economia. Pena que no IRS, sejam considerados OS OUTROS, pena uma merda! Pena tenho desse lixo humano que se vagueia na Assembleia da República que se vangloria como o bom aluno da Europa. Bastava ver o exemplo, não muito longe, EUA, são uma das forças da economia. O país tem respeito pela sua cultura, Portugal por sua vez, esquece-se. Tenho vergonha de viver num país, onde para se ter cultura é necessário rico. A cultura não é de acesso a todos, como certos governantes apregoam aos sete ventos. Portugal tem uma cultura de elites. Quando não se tem possibilidades económicas simplemente não tens direito a cultura.

mentes pequenas

pior do que uma prisão é uma mente fechada.

O Tejo...

   O Tejo tem grandes navios, e navegam neles ainda, e para aqueles que vêem em tudo o que não está lá. O Tejo desce de Espanha, e o Tejo entra no mar em Portugal. Pelo Tejo vai-se para o Mundo, para além do Tejo há a América.
   Um rio que se estende ao Sol à linha do horizonte. Ia de ponta a ponta, e aos meus olhos parecia exactamente um espelho porque, do que sei, só com um espelho se parecia.


Rio Tejo- Lisboa (Terreiro do Paço)

19/05/2013

o certo....

''Quando faz sentido cá dentro, só pode estar certo''

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ZjsrAxRgGyU#!

dormindo....

Depois de dormir cinco horas e mais oito à minha espera, acho que vou colocar o sono em dia!

Estou mais parvo que nunca mas isso já não é segredo....

16/05/2013

força??

Como é que se consegue continuar a lutar? como continuar a arranjar forças??

temos de continuar a procurar no fundo do nosso coração, até encontrarmos essas forças. A vida é isto mesmo, Uma grande luta atrás de outra...

uma revolta esfomeada...

Hei-de comprar um pack de iogurtes ou uma manteiga?? Um pacote de pão ou então uma lata de salsichas?
 
Pois é, este é o retrato da minha vida. É uma merda, pois é! 

Uma revolta tão grande com os políticos que governam este país que me desvaneço só em adjectivos para os caracterizar. Com pacotes de austeridade atrás de pacotes de austeridade, que só estão a levar a um país cada vez mais pobre, como desemprego, cada vez maior a olhos vistos, famílias cada vez, com mais dificuldades, é um retrato de um país cheio de miséria e fome, sim fome, eu sou uma dessas pessoas.

 Tenho vergonha de viver num país, onde para conseguir ter um curso universitário tenho de passar fome. E tem sido assim já há 9 meses, de constantes lutas e batalhas e guerras! É um acostumar silencioso roncar do estômago, a vontade de querer comer um iogurte ou então uma simples maçã ou laranja que só pela cor a saliva saltita. Pensam vocês  como é possível? Tanto é possível, com uma simples bolsa de estudo (o meu único rendimento), chega-me para para pagar o aluguer do quarto, o passe do comboio e as propinas da escola e mesmo assim tudo junto ainda me falta dinheiro....

Tem sido uma constante luta, Pois é, tal fome que já me levou ao hospital por desmaiar por fraqueza, durante um dia inteiro com uma caneca de leite e pouco mais. O resultado foi um desmaio à saída do comboio, com direito a sete pontos mais um dente partido.

Contudo tenho tido o apoio (de todos os tipos) de algumas pessoas, que me ajudam a levantar a cabeça. Mas por meios de sorrisos e de uma posição altiva consigo disfarçar que está tudo bem e irá ficar ainda melhor, por vezes até o meu ser físico acredita. 


Porém, o desejo de vencer continua intacto, vou singrar na vida e isso tenho a certeza!

14/05/2013

uma revolta agonizante

A única coisa que sempre quis fazer, a quando da minha vinda para a universidade, é a única coisa que não posso fazer...

É uma frustração tão gritante, misturada com a revolta agonizante, que o eu interior, surge tão dorido que o seu coração por muito que tente não consegue lutar contra.

13/05/2013

querer desaparecer

Hoje senti-me tão mal. Senti uma vergonha de que era levemente alienado,estando presente corporalmente e inconsciente vagueando pelo meu mundo. Uma vontade profunda que querer escapar daquela tortura psicológica e trucidar aquele ser que estava só a descarregar as suas raivas e frustrações em cima de mim. Sou muito melhor que isso.  

(in) certeza

e esta incerteza se ele será o tal que me irá dar a mão e fazer a caminhada da vida responde com aquele momento de pura partilha de memórias outrora contrastantes...

09/05/2013

uma cratera...

   Depois de um sonho de que acontecimentos viriam... eles chegaram e em força, ficou uma enorme cratera, depois de uma ida ao hospital, sete pontos e um dente partido e consequência ainda desconhecidas que ainda virão! Actualmente a recuperar de dias tumultuosos de de grande descarga emocional, física, psicológica.
   Por vezes desejo que a minha vida fosse escrita por algum grande argumentista de um filme ou série, premiado pelos oscar's ou até pelos tony's, em que muitas voltas e cambalhotas a vida desse iria sempre acabar com um final feliz. Com o tempo a passar pergunto-me mas é pecado pedir um final feliz??, será que é pedir demais? E finalmente esta desmotivação e esta fraqueza insiste em colar-se à minha pele e alia-se com a força da gravidade e puxa-me para baixo. Contudo, um belo vento sopra umas rajadas de ar e dá a mão e este ser e leva-lo para cima outra vez, ganhando uma renovada confiança sempre com um medo do de o futuro trará consigo.  

06/05/2013

apatia...

Se agora tivesse uma garrafa de whisky, com a vontade que estou, iria ficar vazia num estante!

sem motivação...

03/05/2013

amor...

O amor não separa, o amor não trai, não se vê com indiferença. O amor cuida, dá carinho, é único. É majestoso, incondicional, um Dom. Não é uma palavra para ser usada de forma fútil ou confundida com a da paixão. O amor gera vida, não morde, não se escolhe como a cor de um objecto, constrói-se com o tempo. O amor não é temporário... o amor é o ar para que a alma possa respirar

02/05/2013

Farto...

Farto de gente selvagem e muito pouco cívica, ou melhor nada cívica! Farto de gente que não sabe viver em sociedade e muito menos é educada. Farto de gente que não respeita o espaço do outro. Por mim, esta gente só merece umas quantas coisas que vou enumerar: um murro valente nos cornos, depois enfia-la num centro de concentração nazi e tortura-los para ver se aprendem a viver em sociedade e a aprenderem a terem respeito pelas outras pessoas, e finalmente enfia-los num buraco longe de tudo e todos! 

01/05/2013

importante!

Eu brilho,  tu brilhas, nós brilhamos... MENTIRA porque só eu é que brilho!

29/04/2013

Uma má pessoa...

Oh meu Deus!! sou tão má pessoa.  Já é a segunda vez, que a pessoa que me liga que faz anos e eu esqueço-me de lhe dar os parabéns! E o cúmulo é que me me têm de me dar dicas para eu me lembrar...

27/04/2013

Importância...

E é com esta dúvida eu me deparo hoje pela noite a dentro. O que é mais importante a peça em relação à obra ou a obra em relação à peça??? 

26/04/2013

Hipermodernista...

Chego à conclusão que sou um hipermodernista!

Fundamentalmente por oposição ao modernismo, numa fase de transição pós-modernista.
um hipermodernista é aquele que já não nega o passado, não o destrói, integra-o numa lógica de consumo, marketing, de uma forma mais actual. 

25/04/2013

It's me!

O que eu faço, é uma gota no meio de um oceano. Mas sem ela, o oceano será menor. Sim fui eu que tirei a foto!

24/04/2013

Inteligênia..

Odeio quando vou abraçar uma pessoa linda...
                e bato com a cara  no espelho....

23/04/2013

conclusão...

Mas porque é que será que as pessoas irritantes dão-me sempre fome??
Talvez deve ser a vontade que tenho que lhes morder....

21/04/2013

Shit

Oh my fucking god!!!

é como ir ao meu próprio funeral. Estou tão tramado dentro de um mês....

18/04/2013

Há gente mesmo pequena! Em todos os sentidos da palavra. É uma pequenez, que para se sentirem importantes precisam de tratar mal as pessoas. Contudo têm muito azar, pois dessas nem para limpar merda nas sanitas servem. É em cima dessas pessoas que eu limpo os meus pés! Ainda assim, têm uma imensa sorte em serem pisadas pela minha pessoa.

17/04/2013

os problemas só têm a importância que lhes queremos dar! 
Odeio pessoas egoístas que não pensam em primeiro em mim! 

15/04/2013

Posso escrever como falo, posso até escrever como no secundário mas também a minha intenção nunca foi ganhar o Prémio Nobel da Literatura! Por isso, quem não quer ler que morra longe! 

14/04/2013

Estamos entregues a loucos??


Em análise, a decisão de Vistor Gaspar em congelar toda a despesa do Estado. Ouviu-se dizer muitas vezes inclusive por parte da oposição que este despacho seria uma vingança do governo depois de conhecer a decisão do Tribunal Constitucional (TC).
   De facto foi uma vingança. Esta gente que está no Governo é uma gente perigosa e é capaz de tudo. Porque este despacho não cai do céu: isto inclui-se numa estratégia de vitimização, de chantagem e de vingança que tem sido realizada desde sábado. Sábado, quando se conheceu a decisão do Tribunal Constitucional, nós vimos um discurso do primeiro-ministro em que o estilo que imperava era o de vingança em relação ao TC e vingança em relação aos portugueses também, porque atira para cima dos portugueses os cortes que aí se aproximam. No fundo o Primeiro-ministro (PM) vem dizer é que ‘’- podem estar satisfeitos com isto porque já não perdem pela demora, porque as próximas medidas serão piores’’  É inaceitável!

   Outro aspecto, viu-se os parceiros europeus, a troika toda, a atirar-se à decisão do TC. E nós, em vez de vermos o Governo português defender a existência de um Estado de Direito em Portugal perante a troika, aquilo a que assistimos nesse momento foi exatamente a troika, com o Governo português, a atacar o Estado de Direito em Portugal. É normal que se discorde da decisão do TC, agora a decisão do TC é para cumprir porque uma Democracia fundamenta-se no voto e no primado da Lei. Se o primeiro-ministro não percebe isso, não percebe em que país é que vive, e o facto do ministro das Finanças vir com este despacho, depois de ter tido o descaramento de dizer que não tinha um plano B para o chumbo do TC, mostra uma total irresponsabilidade
  
   Mas nós estamos entregues a loucos?! É a única pergunta que eu faço: é se nos estamos entregues a loucos?! Porque a decisão não é do TC. A decisão é do Governo que decidiu insistir em normas que já tinham sido consideradas inconstitucionais o ano passado. A decisão vem do Governo. É o Governo que tinha de estar preparado para o chumbo do TC e toda a gente estava preparada para o chumbo de determinadas normas, não sabendo qual seria a dimensão. É 0.8% do pib, é disto que eles se estão a queixar?? E quando o Eurostat não considerou que a ANA pudesse fazer parte do défice, o buraco não foi o mesmo?? O governo com o Eurostat comeu e engoliu e com o TC, grita berra e ameaça. Como é que justificam este alarido todo por causa de 0.8%, quando temos um MF que muito antes da decisão do TC estava a falhar todas as metas e em todos os objectivos? Já nem falo na execução orçamental do primeiro trimestre deste ano mas basta olhar para 2012. Um défice que era para ser de 4,5% acabou em 6,4%. O PM já disse o valor que os portugueses vão ter de pagar por este desvio e por todas as previsões todas erradas ??  Ainda este ano no mês de fevereiro vimos um MF a desfazer um orçamento que tinha sido apresentado um mês antes! Com previsões dramáticas para Portugal, em que a recessão passava de 1% para 2,3%, mas quanto é que isto significa? Pelas minhas contas é 1.3.
   Assistimos a uma coisa perigosíssima, No fundo o despacho representa um discurso de vingança e de punição em relação aos portugueses e em relação ao TC. Não é à toa que o despacho assenta na decisão do TC. Esta medida vale pelo sentido politico, e é este sentido que fica. Este Governo juntou-se à troika contra os portugueses e contra o Estado de Direito. Pessoalmente acho que compete ao governo defender um estado de direito em Portugal.
   O governo até podia ter usado a decisão do TC para poder renegociar com mais força as condições de Portugal. Temos um MF e o PM não como interlocutor da troika mas sim dois elementos da troika. Conclusão são 5 pessoas, três que são de fora mais dois de dentro. È absolutamente inaceitável que o governo não tenha respondido a ninguém da troika. É preciso vir o Mariano Rajoy ( PM da Espanha), com o problema semelhante que  Portugal em relação os chumbo do TC, mas com um rombo maior , vir dizer que a Europa precisa de ser mais flexível em relação aos países do sul, nomeadamente a Portugal. Portanto o único discurso que defende Portugal foi feito Pelo PM espanhol!, porque em Portugal, os ministros e o PM a única coisa que souberam dizer foi dizer que a responsabilidade era nossa e do TC, atirando par acima dos portugueses, um discurso de vingança absolutamente extraordinário. 
   É claro que isto também não é feito por acaso. O problema que está na base é que o governo muito antes da decisão do TC, tinha-se comprometido num corte de quatro mil milhões de euros, e que condições politicas tem o governo para apresentar este corte, e na falta de condições politicas o governo diz que graças ao chumbo do TC é obrigado a aplicar cortes, cortes esses que ninguém aceita, podem ser inconstitucionais, mas como não há plano b vão ser feitos ‘’a torto e a direito’’, como dizia um jornal inglês, o PM vai ser um cirurgião louco que vai cortar a direito sem ter de olhar para onde. É isto que estamos assistir, a justificação de uma política que não tem justificação, porque não há dúvida nenhuma que os cortes dos quatro mil milhões seriam muito difíceis de se fazer, mesmo com o alargamento dos prazo até 2015, e o que o governo está a tentar fazer é impor aos portugueses como facto consumado, ou seja, ‘’ou é isto ou então é a bancarrota’’, o facto é que não é isto!

O que isto demonstra é a enorme fragilidade do governo, porque no fundo o que o governo mostra, sente e reconhece que já não tem condições politicas para apresentar aos portugueses mais sacrifícios, não tem credibilidade para isso. Basta ver o ano 2012, temos um défice que chega aos 6.4% apesar de todos os sacrifícios que foram impostos aos portugueses, temos um défice de 6,4% apesar de o TC ter considerado inconstitucional algumas normas e ter suspendido a sua não aplicação, e o governo passa de 4,5% para 6,45%  e passa como se não tivesse responsabilidade nisto? E a única responsabilidade é do TC e dos portugueses ??
   Em conclusão, há um problema que já não vai lá com discursos piedosos, como o presidente da banca, que disse que o governo convida o PS para entrar na remodelação … enfim (isso dará uma futura analise). Como é que um governo age desta forma, que tem este tipo de discurso, e ao mesmo tempo é o mesmo governo que quer consenso com o PS? Mas que governo é este?? À segunda-feira ataca o TC, À terça continua a atacar o TC, à quarta ataca-se ao líder da oposição, à quinta atira-se à herança socialista, sexta ataca o PS. Mas quer consenso como? A crispação que está instalada, foi criada pelo próprio governo, não é uma crise política criada pela oposição PS. Eu não vi o PM a falar nas rendas excessivas, eu não ouvi a falar na renegociação das PPP’s, vejo a troika a refilar com isso e que Portugal devia ter dado passos nesse sentido. Prova que o discurso do governo é muito fraco com os fortes, qualquer um deles os manda calar e eles calam-se e é muito forte com os fracos, que são os portugueses, que vivem num clima de insegurança absoluto de empobrecimento, de desemprego, de recessão. EU observo um alinhamento com a troika contra os interesses do nosso país.

não é para esquecer...

E são dias como o de ontem que não são para esquecer.

Peco muito é por pensar muitas vezes assim. Desde miúdo que vivo assim, aproveitar os momentos como se fossem os últimos.
isso é bom para aqueles que não dão valor aos momentos, ás palavras, aos sentimentos, aos silêncios... aos olhares..., aqueles que pensam que têm o amanhã para dizer amo-te, ou o és importante para mim... deixando palavras por fizer, sentimentos por bater... decididamente eu nunca fiz parte desse grupo.