Translate

23/12/2013

First time


 Dizem que existe uma primeira vez para tudo....

Pois bem, chegou a minha primeira vez, para um natal sozinho. Este Natal, irá marcar pela diferança. Em muitos anos e pela primeira vez, me encontro numa cidade que não a minha, com este sentimento de alma nómada, completamente sozinho, dentro de quatro paredes. Este irá ser o cenário do meu Natal. A revolta inundou-me, num misto de tristeza e com revolta.


O dia foi pautado de revoltas. Do desejo de mudar e querer ser o que ainda não se é, o de querer no presente o que irei ter no futuro. O procurar de respostas que anseiam em não surgir. Dizem que ainda não é o tempo. Mas porquê esperar? Porquê perder tempo?
 Não me conformo!