Translate

30/11/2013

Inocent boy


   É com este olhar de menino com que olho o mundo se sobrevivo. Com esperança de que o mundo, se pode transformar em algo muito melhor.
  É com este olhar, de menino inocente de olhos cor de avelã bastante arregalados, com sede de curiosidade e de excêntrica vontade de viver cada vez mais, em que acredita num oceano de sonhos. Sonhos esses, todos eles realizáveis, com um desejo profundo de deixar a minha marca, um novo olhar sobre  a beleza do comum despercebido, a beleza dos pormenores perdidos, a harmonia da dança das cores.
   Por estas razões, ele irá sempre manter o doce olhar de menino inocente com uma insanável vontade de conhecer.    

29/11/2013

Problems...


A vida é um conjunto de problemas que tentamos resolver. O primeiro,segundo, depois o próximo e o próximo...um atrás do outro..

                                                                     Até que finalmente, morremos...

27/11/2013

Handsome

       
  Eu era vaidoso, agora curei-me...estou perfeito!                

26/11/2013

What is succeed?

  
   Rir muito e com frequência assídua; ganhar o respeito de pessoas inteligentes e o afecto dos velhos, sim velho, alguém velho é aquele que encerra o conhecimento, a sabedoria; merecer a consideração de críticos honestos e suportar a traição de falsos amigos;  apreciar a beleza e encontrar o melhor nos outros; deixar o mundo um pouco melhor, seja por um canteiro de jardim ou uma remida condição social; saber que ao menos uma vida respirou mais fácil porque tu viveste.

Para mim, isto sim, é ter sucesso!

25/11/2013

I Want... (Part II)


   Quero dormir num abraço. Quero acordar com um beijo. Quero os passeios ao fim- de-semana. Quero as mãos dadas, passeios pela praia o simplesmente o olhar para o rebentar das ondas. Quero ver o pôr do sol ao fundo, quero a lua como companhia e contar as estrelas contigo. Quero os grandes jantares com os amigos. Quero discutir sobre o que fazer para o jantar. Quero sofá contigo. Quero cama contigo. Quero reclamar contigo porque não despejaste o lixo. Quero um ''amo-te'' no meio do dia, só porque te apeteceu. Quero provocar-te no meio de algo mesmo importante, só porque me apeteceu e ver aquele olhar número 3. Quero contar-te o meu dia e ouvir  sobre como foi o teu e ver o olhar directamente para o meu coração. Quero o teu colo sempre disponível e o meu ombro apetecível. Quero o teu abraço calado e a tua conversa interminável. Quero o teu sorriso de menino tímido e o teu sarcasmo de homem decidido.

Quero-te a ti. Sempre e em tudo isso.

E tu?  O que queres?

24/11/2013

forever

Enquanto algumas pessoas fazem de tudo para se tornarem marcantes, outras agem naturalmente e tornam-se inesquecíveis.

A vida tem pessoas assim. 

22/11/2013

Fidelidade


   Por momentos apercebi-me de que tudo é possível. Tudo é aceitável, protegendo-se num motivo que se levanta mais alto- a própria pessoa.  À quem diga que o ser humano nunca poderá ser fiel, pois é um ser bígamo, não se contentando num só relacionamento e ter a necessidade em mudar. Certo, errado? Não há pretextos nenhuns para trair quem quer que seja, mesmo que existam motivos. Uma completa covardia e um escolher de caminho mais fácil.

Sou fiel não por obrigação mas sim por consequência. O amor é uma espécie de compromisso com a felicidade com o outro.

Ser é amar, e amar é dar-se.

21/11/2013

20/11/2013

O meu problema de desejar

  Querer alguém, ou alguma coisa, é muito fácil. Mesmo assim, olhar e sentir-me querer, sem pensar no que estou a fazer. É algo mais bonito, do que se diz. Antes de ver a pessoa, ou a coisa, não sabia que estava tão insatisfeito. Porque não estava. Mas, de repente, vejo e assalta-me a falta enorme que me faz. Para não falar na falta que me fez e para sempre há-de fazer. Como foi possível viver sem? Afinal das contas, querer é descobrir as faltas secretas ou inventa-las na magia do momento.
 
Querer é mais forte que desejar, pelo menos na minha língua . Querer é querer ter, é ter de ter. Querer tem mesmo de ser. Quem deseja, gostaria. Seria bom poder ter o que se deseja, mas o que se deseja não dá vontade de reter, se calhar são muitas as coisas que se desejam e não se podem ter todas ao mesmo tempo. Querer é ter e guardar, é uma vontade louca de propriedade, enquanto desejar é querer conhecer e gozar, é uma vontade de posse. O querer diminui-nos, o desejar não. Sei que sou completo quando desejo...

O desejo é democrático e o querer é fascista.  

17/11/2013

Future...


Não é superar as dificuldades que é doloroso. Mas sim, reviver o passado.


Take a chance... success  os for the bold!

14/11/2013

A ti, dúvida cruel!


  

 Grandes decisões irão ser tomadas esta noite, o futuro passará por esta noite. A hipótese de voltar para aquela cidade monótona, sem cor, sem a vida borbulhante com esta capital nunca esteve tão real como agora. O que futuro reserva? Não sei... pode ser dark? Pode ser revigorante? Quem saberá? A única coisa que sei é de que aproximam-se ásperos dias tumultuosos... 

http://www.youtube.com/watch?v=VoaUYcwEpSw&list=RDPTy81zxGuxQ

Inseguranças incendiadas

Eu não julgo ninguém. Só a mim. Sou inseguro embora tente superar isso, depois de passar dificuldades e para além de sentir-me diferente de todos os outros...

                                                           a insegurança é tão disfarçada pelo sorriso.




13/11/2013

Acreditar na diferença

Ouvi eu...

''Eu não me entusiasmo muito com o tipo deles...''

E por momentos cá dentro ecoou...

Independente dos tipos, eu não acredito neles, mas sim em pessoas.


11/11/2013

No quente do meu cobertor

Porque isto de ter uma mente revolta é uma dor de cabeça. Habituam-se a que aquele ser revolto, crítico com tudo o que está mal e principalmente desafiador, que seja o pró activo  contudo à dias em que ele só quer ''deixem-me ficar no meu canto e danem-se sozinhos''.
Hoje era um dia em que, estar enroscado no cobertor, ao som de uma bela música e com um chocolate quente nas mãos seria um belíssimo serão...




09/11/2013

É preciso...

Pode parecer difícil, pode parecer impossível... Existe uma saída, há sempre uma saída...pode demorar ou então pode vir muito rápido, mas quando a encontramos, só temos de a enfrentar!

Afinal das contas só precisamos de 20 segundos de uma coragem insana.

08/11/2013

A arte de ser persistente

Pensamento do dia:

 Insiste, insiste. Hão-de saber o meu nome e quem sou eu. 

Persistência é algo que não me falta, mas há momentos que cansa...

O reagir à tristeza


   A maneira de reagir à tristeza é ter um coração bom e uma cabeça viva. A tristeza não é um lapso ou doença, ou intervalo, como se diz nos países do Norte. É uma verdade, condição, coisas do dia a dia, parecidas com o apertar dos atacadores dos sapatos. É banalizando-las que as acompanhamos.Um sofrimento não anula o outro. Mas acompanha-o. Para isso é preciso inteligência e bondade. Aquilo que resta são as pequenas alegrias. No contexto de  tamanha tristeza e tanta verdade tornam-se grandes, por serem únicas que há. Não falo nas alegrias que passam, como passam quase todas as paixões.
   Falo das alegrias que se tornam rotinas, com que se conta: sentir o cheiro a terra molhada aquando das primeiras chuva, o dormir junto ao mar, dizer baboseiras como só eu sei dizer, rir feito parvo quando só eu entendo a piada ou então rir que nem um perdido da situação mais caricata. Coisas assim. São essas coisas- entre as quais o amor- que não se podem deitar fora sem, pelo menos morrer primeiro.






Há dias que custam....


06/11/2013

Súbita Angústia

Eu recebo-te nas mãos,
como um divino vinho de Dionísio,
sonhando contigo e,
olhando para o vazio mar...
Brinco nas ondas profundas revoltas do mar de Gibraltar.

Depois desfalecem fotografias...e agora o trocar é vago...

Que me importa as liberdades e as revoluções defuntas?!
Eu sou aquele que anseia viver e voltar a descobrir a vida.
Enquanto isto, o mar, continua a gritar por mim?
Esse continua a pedir-me o sonhos rasgados e consolações dilaceradas...

Dêem-me de beber que não tenho sede!  



(a inspiração vem quando menos se espera, incluindo nas aulas de Teoria e Prática da Criatividade)

03/11/2013