Translate

28/06/2013

ortografia do olhar

Gosto da ortografia do olhar...
Gosto de ler pensamentos...de despir com o olhar mas vestir com a mente, de abraçar num pestanejar e eternizá-lo na retina, de olhos que sorriem. De olhares que nos roubam, mas que nos devolvem. De um olhar consentido, mas sem sentido...! Um olhar fere, mas apazigua, mata...mas ressuscita...

27/06/2013

roupa

Quatro da manhã e eu a estender roupa.Serei maluco?? Afinal das contas não tenho culpa que a máquina acabe de lavar a esta a hora...

25/06/2013

egoísmo

O egoísmo individual é o maior obstáculo ao grande amor. O egoísmo a dois é a melhor formula de sucesso. 

24/06/2013

uma brisa

É tão bom adormecer e sentir leve brisa quente a rebater na cara...

20/06/2013

Rumba

A rumba é a expressão na vertical do desejo horizontal. Tem de segura-la como se tocar na pele fosse a tua razão para viver. Afaste-a como se estivessem a  arrancar-lhe o coração do peito. Puxe-a como se fossem fazer amor mesmo ali, no local, no chão. E depois acabe, como se ela tivesse destruído a tua vida.

19/06/2013

mundo

Que mundo é este virado avesso? Que lugar é este sem tréguas, sem lei, dominado pela fama, escondido na solidão da alma. Entre nós, com a verdade me enganas, com a mentira me seduzes, com o prazer me alimentas o ego, o mundo dos justos já não mora aqui, está virado ao contrario, à espera de redenção.

18/06/2013

outra vez o pneu...

   Depois do pneu rebentado e do seu arranjo, ontem na tentativa de fazer a viagem até casa pois que o mesmo pneu deu-me problemas em plena auto-estrada. Depois de uma grande aventura entre reboque, oficinas lá me pus a caminho.

Se se há dias que devemos ficar na cama e não sair de casa, ora que ontem, foi um dias desses!

16/06/2013

o pneu furado

Nada melhor que chegar a casa ás duas da manhã e reparar que o pneu está furado. Melhor é ter feito feito meia hora de estrada com o pneu furado e não dar por isso.

13/06/2013

dia de festa

   Pois é, dia de Santo António, Lisboa ainda de ressaca, de uma das maiores festas da cidade. Junho, o mês dos Santos Populares (S. António, S. João e S. Pedro). Por sinal, em Lisboa a comemoração do santo casamenteiro foi ontem, e hoje ser o dia do santo. A manhã começou com os tradicionais casamentos, com 16 noivas (casamentos por civil e por igreja), sendo que os 8 casais casaram-se numa das mais belas igrejas lisboetas, a Sé de Lisboa. Depois à noite, a cidade é brindada com um dos melhores espectáculos que Lisboa oferece - As Marchas de Santo António, na Avenida da Liberdade. Inclusive a revista Time Out elegeu como um dos espectáculos a não perder pela sua magia e vivacidade. E claro, a festa prolonga-se pelos bairros mais típicos de Lisboa, tais como, Alfama, Mouraria, Madragoa, Bica, Graça, entre outros tantos... as gentes misturam-se, onde o pobre convive com o rico, uma noite onde uma cidade por uma noite esquece a crise e a felicidade está muito visível na cara deste nobre povo.
   Este mês, é uma cidade com cheiros, o cheiro a manjerico, flor tão típica desta época, o cheiro da sardinha, o cheiro da sardinha assada com o pão, o cheiro dos festejos por um santo que se diz casamenteiro ou seja, santo que abençoa os noivos e seus casamentos, Contudo o padroeiro da cidade de Lisboa é São Vicente, porém as festas são celebradas por todo o país incluindo as ilhas (Açores e Madeira).
A noite acaba no nascer do sol, aquando da noticia do vencedor das marchas, as gentes festejam e apoiam o seu bairro, é esse o espírito dos bairros mais típicos de Lisboa, as relações de amizade e protecção entre vizinhos com um elevado sentido de entreajuda, mesmo aquando do desconhecimento da pessoa. É o calor de Portugal e desta gente que tão bem sabe receber com um abraço e sorriso rasgado
.

12/06/2013

Amigos

Quando a saudade bate....

a amizade duplica as alegrias e divide as tristezas ...

11/06/2013

normalidade

Hoje cheguei  uma conclusão. A normalidade é uma ilusão. O que é normal para aranha é um caos para uma borboleta.

10/06/2013

encontro

Hoje foi assim:

amigo X- ''o que é que tens ai no queixo?''
eu- ''nada!''
amigo X- ''parece que levaste um ponto,''
eu- ''Um não. Levei com sete...''
amigo X- ''Mas o que é que se passou?''
eu- ''não se passou nada''
amigo X- ''desmaias-te por não comeres?''
eu- ''claro que não!''

mal sabia ele, ao tempo que não faço uma refeição normal....

pedras...

Pedras no meu caminho?? Eu guardo-as todas, um dia vou construir uma grande castelo!

09/06/2013

contrastes de mentes

Prefiro o doce silêncio da minha mente barulhenta ao barulho de bocas cheias mas de mentes vazias.

Descanso

Depois de um ano lectivo de intenso esforço a todo os níveis, quer a nível psicológico, físico, emocional, onde o desejo de que chegasse ao fim chegou finalmente.  Momento de descanso, descanso esse mais que merecido. 

06/06/2013

nostalgia

E às vezes bate uma saudade de alguns momentos que me fizeram tão feliz! 

02/06/2013

a visita hot

Meu Deus mas que visita! (e eu que sou agnóstico).

Uma visita rápida. Sentimentos à flor da pele saltam, as mãos desenfreadas começam a percorrer o corpo do outro, a temperatura corporal sobe a pique,em que a intensidade dos beijos e carícias aumentam, acompanhando o aumento da batimento cardíaco.

A mãozinha inquieta começa a apalpar o calor da pele, a vontade de rasgar a roupa em mil pedaços é enorme...